24 de dezembro de 2012

Plantei a semente do mal;
em um canto escuro da minha alma.
E reguei com raiva e rancor.
Nasceu uma flor,
com mais espinhos do que pétalas.
Uma flor sem cheiro,
que destrói as outras flores.
Tinha essência de morte,
e espelhava a alma que a trazia.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Thash box