28 de abril de 2014

Redigi
Um ode para o mar
Um eterno amar
Num breve infinito

Nunca preferi, mas digo
Que hoje odeio
Esse seu jeito azul
De olhar

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Thash box